segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Nanny


**Quando precisam de mim,mas não me querem...

tenho de ficar.

Quando me querem,mas já não precisam de mim...

tenho de ir.**


Nanny Mcphee

*

Este domingo aproveitei ter as três filhotas em casa para revermos Nanny Macphee...

É um filme que acho uma ternura...onde a magia envolve crianças e tambem adultos...

magia que nunca se devia de perder...

Gosto tambem de ficar a pensar...que sempre que conseguimos que gostem de nós

Que sempre que conseguimos cativar..ajudar...

Acabamos sempre por ficar muito mais bonitas/os...

*

:) maria loBos


(imagem net)

30 comentários:

Sininho disse...

a julgar por ti, com o passar do tempo.. provavelmente isso acontece mm. ;)

Cöllyßry disse...

Olá, verdade verdadeira,que lindo dia assim passado, com esses lindos Seres...

Beijitos ternos


ölhår_Îñðîscrëtö...Å ¢µ®¡ö§¡dädë

Uma estrela errante disse...

Olá, menina

Uma delicia as tuas palavras...

Es uma pessoa linda...

Beijinhos

Isa

Maria disse...

E eu penso igualzinho como tu...
Como seria bem diferente o mundo se todos pensassemos, um bocadinho de vez em quando, assim...

Beijos

Secreta disse...

Também revi o filme :)
Beijito.

Verónica disse...

Por acaso não conheço!
Quem tem filhos sabe perfeitamente o significado dessas palavras sábias.
Tens razão.cativar é entregar parte de nós aos outros. E se é isso é feito com amor, logicamente ficamos mais bonitos por dentro e isso transparece por fora!

neo-orkuteiro disse...

Parapeito, isto é certo como nascer no leste e por-se no oeste o sol. e cada coração apronta das suas. Vinha de ter saudades de teu blog.

moriana disse...

vi o filme há pouco tempo e adorei!
:)

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá amiga, belas palavras...Espectacular...
Beijos

tb disse...

porque o amor incondicional vem da alma e reflete em nós como o sol no espelho. :)***
Acho que não conheço o filme, apesar do nome me soar familiar. Ver se preencho essa lacuna. :)))
Beijos de luz, ser de amor!

Nanda Assis disse...

um momento especial com quem se ama.

bjosss...

Graça Pires disse...

Palavras muito lúcidas...
Um beijo.

Nuno disse...

Momentos mágicos onde a beleza acontece e a criança agradece.


:)*

Bjs mau mau

mundo azul disse...

É verdade!
Quando somos uteis e de certa forma, ajudamos os outros a serem felizes, isso se reflete em nosso corpo e em nossa alma...


Beijos de luz e o meu especial carinho!!!

vero disse...

Venho agradecer as tuas simpáticas palavras minha amiga e quanto á tua pergunta, boa pergunta pergunto-me o mesmo dia após dia... mas eu acho que primeiro do que conseguir suportar a dor, é conseguir ACEITÁ-LA, isso sim é o mais doloroso...


Beijinhos minha amiga e volta sempre :)

nqdn disse...

Palavras que dão que pensar e eu penso que só uma alma sensível e boa pode sentir a ternura!

És uma pessoa linda!
Um beijo
Luís

Nilson Barcelli disse...

E como é bom sentirmos que gostam de nós...
De ti toda a gente gosta. Nota-se.
Beijinhos.

MADRUGADA... disse...

Passei para deixar a minha impressão digital.

Cumprimentos.

Uma estrela errante disse...

Olá,

Encontrei uma janela aberta.... era a tua...desejo que o sol entre e repouse sempre na tua face.

Beijinhos

Isa

Rui Caetano disse...

Um domingo bem vivido. Gostei de passsar por este blogue.

blueminerva disse...

É um belíssimo filme com uma grande moral.


beijocas e bom domingo

OUTONO disse...

Sabes???

São momentos assim, que nos enchem...que nos fazem acreditar...

Beijinho...dum papá babado e avô super feliz.

Sophiamar disse...

Cativar, criar laços é fundamental para crescermos em harmonia. Mal dos que assim não o acham.
Beijinhos

Léia Carvalho - LC disse...

Esse filme é um dos mais doces que já assisti com minha filha.
Ensinando de um jeito simples, alguns valores tão importantes para nossas vidas.

maria de fátima disse...

Olá Parapeito eu sou a Maria de Fátima do blogue O Portal Mágico, descobri hoje o teu blogue através de um amigo meu.Também gostei muito de ver este filme.Beijinhos.

Å®t Øf £övë disse...

E como é bom podermos passar tardes assim no meio daqueles que mais amamos, fazendo aquilo que nos dá vontade.
Bjs.

Nilson Barcelli disse...

Como já comentei, deixo-te "apenas" beijinhos.
Fica bem.

Anônimo disse...

Não conheço o filme (não tardarei muito a conhecer :P) mas sei bem do que falas. Estar com as "crianças" a ver um filme, seja ele qual for é delicioso :)
Brevemente eu também terei um serão assim :))
Beijos ás princesas

Beijinhos ruins para ti :P
Lin

Vera Márcia disse...

Quando o filme saiu, estava eu a estagiar num projecto com crianças de risco. Eu era entao tutora de dez crianças, com idades entre os dez e os catorze anos, que viviam num lar do porto.
No Natal quis oferecer-lhes algo diferente, nao objectos materiais e sim ATENÇÂO e CARINHO. Fomos entao todos juntos ao cinema ver "Nanny Mcphee", com direito a pipocas e tudo!!:)
No fim, fomos todos lanchar e eu perguntei-lhes o que acharam do filme.Cada um comentou, mas a frase que mais me tocou, foi quando um deles me disse: "tu és a nossa Nanny Mcphee, fazes-nos acreditar que podemos ser alguem no futuro. Acreditas em nós e das-nos sempre muito carinho. Mas nunca nos deixes..."
Confesso que uma lágrima quase que nao resistia a cair naquele momento...
Passaram tres anos, infelizmente ja nao estou com essas crianças, k hoje estao mais crescidos. Mas sempre que posso acompanho a vida deles, e sei que a maioria dakele grupo de jovens, neste momento acreditam neles msmos,e tem muitos projectos de vida, que nao tinham quando os encontrei pela primeira vez.
E isso é muito importante para mim.
Assim como este filme...que me tras sempre tao boas recordações...:)

notyet disse...

E tudo afinal confirmando aquele lugar comum: a verdadeira beleza não se vê e em regra é eterna.
Beijinho