quarta-feira, 30 de abril de 2008

Regressamos


Regressamos sempre aos velhos lugares
aonde amámos a vida.
E só então compreendemos que não voltarão
jamais todas as coisas que nos foram queridas.
O amor é simples, e o tempo devora as coisas simples.

José E.Agualusa

(imagem google)

Mariza



Há gente que fica na história
da história da gente
e outras de quem nem o nome
lembramos ouvir ...

(para os amigos que são um "cadito"
meus e que ficam na história do meu coração**)

terça-feira, 29 de abril de 2008

Lua





A noite é toda tua
Mas hoje
Deixa-me vaguear
No teu lugar.
Deixa-me abraçar as estrelas
E fazer brilhar em mim
O amor que tenho por ti

Gato_malvado

(imagem google)

Posse


Vem cá! Assim, verticalmente!
Achega-te... Docenmente...
Vou olhar-te... E, no teu olhar,
colher promessas do que quero prometer,
até à síncope do amor na alma!
Colemos as mãos palma a palma!
A minha boca na tua, sem beijo...
Desejo-te até o desejo se queixar que dói..
E sou tua, assim,
como nenhuma outra foi!

Leonor de Almeida

(imagem google)

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Dor


...Ia ser dor
o que eu sentia se soubesse
que morria hoje.
Dor por não escutares
da minha boca
O tanto que eu guardo no meu
coração.

maria loBos

(imagem google)

sábado, 26 de abril de 2008

Cativar


(...)
O que quer dizer cativar? - É algo quase sempre esquecido - disse a raposa. - Significa “criar laços”...
- Criar laços?
- Exactamente - disse a raposa. - Tu não és ainda para mim senão um rapaz inteiramente igual a cem mil outros rapazes. E eu ainda não tenho necessidade de ti. E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativares, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...

(...)
Tu voltarás para me dizer adeus, e eu te presentearei com um segredo.
- Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.

- O essencial é invisível aos olhos - repetiu o principezinho, para não se esquecer.
- Foi o tempo que perdeste com tua rosa que a fez tão importante. - Foi o tempo que perdi com minha rosa... - repetiu ele, para não se esquecer.
- Os homens esqueceram essa verdade - disse ainda a raposa. - Mas tu não a deves esquecer. Tu tornas-te eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela tua rosa...
- Eu sou responsável pela minha rosa... - repetiu o principezinho para não esquecer..

excertos "O Principezinho"

(...e nunca ninguem devia esquecer)

(rosa oferecida pela Dalila*)

Num momento



Amei-te em um momento
Em momento algum te esqueci
De momento em momento
A vida foi se fazendo
E dos momentos vividos
O meu verso foi nascendo...

...e um livro inteiro escrevi

Heralda Victor

(imagem google)

Fascinação



Teu sorriso prende, inebria, entontece
És fascinação.

(Obrigada por trazeres o mar até mim**)

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Começou o Sonho


Do ventre do amor
floriu a mais linda promessa
de vida.
Começou o Sonho
Que cresça sem amarras
a descobrir um futuro
cheio de luz.
**
Ritinha e Miguelito
que haja sempre luz nos
vossos corações**

tété

(imagem google)

Nuvens azuis


Hoje fomos os dois
até ás nuvens azuis
Que bom foi podermos
estar juntos entre
conversas e risos
abraços e sillêncio.
Corremos e dançámos
de nuvem em nuvem
Construimos castelos
e cavalos alados
e sonhamos
até chegar a noite.
Quando descemos do céu
vinhamos carregados de estrelas
para pormos nos olhos dos amigos..

(pró meu amigo Nuno)

maria LoBos

(imagem google)

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Soneto da Fidelidade


De tudo, meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.
Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei-de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.
E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama
Eu possa me dizer do amor ( que tive ) :
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Vinicius de Morais

(para ti Madidu **)

(imagem google)

terça-feira, 22 de abril de 2008

Amor é bicho...


Amor é bicho instruído
Olha: o amor pulou o muro
o amor subiu na árvore
em tempo de se estrepar.
Pronto, o amor se estrepou.
Daqui estou vendo o sangue
que escorre do corpo andrógino.
Essa ferida, meu bem
às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã..

Carlos Drummond de Andrade

(entre tantos poemas...escolhi este :)*)

(imagem google)

Amiga



Na Arvore da eternidade
somos galhos do mesmo ramo.
*
tété...peguei naquilo que disseste.
Obrigada**

tété e tété *

(imagem google)

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Gal Costa



Mais um mimo da Ternura**

Isa é bom acordar sempre o coração com as musicas que me envias.**

Todas!



Todas as palavras falsas
deviam ser volatizadas
do dicionário do coração!

maria loBos.

(imagem google)

domingo, 20 de abril de 2008

Não me perguntes...



Não me perguntes
o que não sei responder.
Sei
que o meu dia começa
quando chegam as nossas noites.

maria loBos

(imagem google)

sábado, 19 de abril de 2008

Horizonte




No horizonte,
encontro teu olhar
onde deixei o meu despertar...

Gato_malvado

(foto google)

Tempo


tempo

preciso esquecer-me de ti
para que assim o meu corpo
não mais arda ao te lembrar

rojam dele lagrimas cientes
que irao aliviar
mas não enquanto lembrar

que nos momentos contigo
o tempo parece parar.

ailine

(desenho da ailine*)

She



Tento sempre não prometer
para não falhar
Mas quando prometo...cumpro.
Obrigada Guito, por não teres esquecido**

maria teresa

" A Bela e o Pedro "


Deste-me uma flor
E eu recusei
Viste, não senti amor
E por ti, me enfeiticei.

Agora fico á espera
Daquele amor verdadeiro
Mas teu feitiço é fera
Teu encantamento matreiro.

Tenho já pouco tempo
A rosa já começou a desfolhar
Aprender a amar, com tempo
Enfim, apenas desesperar

Eis que tudo se altera
Uma dama de beleza apaixonada
Mais bonita que esta fera
Será que quer ser minha amada?

Pois então não sei
A rosa, quase perdendo última pétala
Nesta fealdade perdurarei
E o feitiço, meu coração entala..

Pedro Heliodoro

(imagem google)

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Confiança



O que é bonito neste mundo, e anima,
É ver que na vindima de cada sonho
Fica a cepa a sonhar outra aventura...
E que a doçura que se não prova
Se transfigura
Numa doçura
Muito mais pura
E muito mais nova...

Miguel Torga


*Muitos parabêns minha maluca.
Sendo filha uníca a minha sogrita deu-me
uma irmã espectacular!
Gosto de ti quando estás sim...quando estás não.
E só quero que a tua vida todos os dias " se transfigure
numa doçura muito mais pura e muito mais nova"

teresa **

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Leila & Rui Veloso



"Assim como viver sem ter amor não é viver
Não há você sem mim, eu não existo sem você"

Os teus olhos


O céu azul, não era
Dessa cor, antigamente;
Era branco como um lírio,
Ou como estrela cadente.

Um dia, fez Deus uns olhos
Tão azuis como esses teus,
Que olharam admirados
A taça branca dos céus.

Quando sentiu esse olhar:
“Que doçura de primor!”
Disse o céu,
e ciumento,
Tornou-se da mesma cor!

Florbela Espanca

(as coisas que tu sabes! **)


(foto do google**)

terça-feira, 15 de abril de 2008

Palavras


...Não encontro mais palavras
que te possam descrever
a tristeza de meus olhos
pela ausência dos teus...
Cinjo-me assim ao silêncio
Crente que o entenderás.

ailine

(gosto de ti coisinha ruim*)

(imagem google)

Cálculo*



Quero-te
tanto Meu tanto!

Consegues calcular
quanto?

Vês o mar?
É pouco muito pouco!!

Porque é tanto
que te quero
Meu tanto...tanto...

maria loBos

(foto tirada pelo Eduardo*)

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Não sei*



... (Perguntaram-me: onde vais?
E não sei onde vou, só sei que tu me prendes...)

Geraldo Bessa Victor

(imgem google)

Voz


A voz teve força
para caminhar
e nas veredas da escrita
deixou o eco no coração.
A alma chorou
o corpo sangrou
e a esperança ressurgiu
na beleza de palavras.
Perdida em mim
em sombras
caminhante na vida.
Estrela cadente
uma rosa
um poema
alento ternurento
lágrimas de emoção
estendi a mão.
Almas num entrelaçar.

Todos os versos
chamam pelo teu rosto...

Isa 14-04-2008
(Obrigada Ternura,Adorei*)

(imagem google)

sábado, 12 de abril de 2008

Eco


E de repente...

Acontece o silêncio...
que faz eco
eco
eco
eco.

maria loBos

(imagem google)

Felicidade



A felicidade é como uma borboleta. Quanto mais você a persegue, mais ela se esquiva. Mas se você voltar sua atenção para outras coisas ela virá pousar calmamente nos seus ombros.


Thoreau

(imagem google)

Maldita Paixão*


Sempre que poisas o teu
olhar em mim
o meu corpo arde.

As tuas palavras quentes
são o rastilho que
corre dentro de mim
e faz explodir desejos
loucos.

Maldito desejo este
de querer tanto ser tua.

Maldita paixão!

Vem!
Vem arder em mim
Até ficarmos os dois cinza..

maria loBos

(imagem google)

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Faz de conta*


faz de conta.

Queres brincar comigo
ao faz de conta?!

Então faz de conta que és
terra e eu semente...

Faz de conta que és água
e eu sede....

Faz de conta que tu és
loucura e eu desejo...

faz de conta que tu és boca
e eu beijo....

Chega de fazer de conta!!.

TU boca
Eu beijo...e beijo e beijo
e beijo!!.

maria loBos

(imagem google)

Para ti




contorno o teu rosto
se nos cola como pele
numa bençao
em que digo.. : menina do mar
eu me encontro em mim
me encontro em ti
abraço-te
sussurrando baixinho que sou a tua pele
que me visto de ti
e juntos, nos entregamos ao mar...
nas cores que és.. na protecçao que dás.

ne*
(dedicado pela ne* no poezia. só a mim !!! :P)

(imagem google)

terça-feira, 8 de abril de 2008

O teu jardim


No teu jardim
Senti o teu perfume
Procurei-te pelas mais belas flores
Onde um sorriso nasce a cada palavra tua

Teus olhos brilham como beijos silenciosos
A transluzir a pele húmida
Deixa-me perder no teu jardim, só mais uma vez!

Gato_malvado

(imagem google)

sábado, 5 de abril de 2008

Para a manhã


Rosa acordada, que sonhaste?
Nas pálpebras molhadas vê-se ainda
Que choraste...
Foi algum pesadelo?
Algum presságio triste?
Ou disse-te algum deus que não existe
Eternidade?
Acordaste e és bela:
Vive!
O sol enxugará esse teu pranto
Passado.
Nega o presságio com perfume e encanto!
Faz o dia perfeito e acabado!

Miguel Torga

(rosa oferecida pelo Rui*)

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Andrea Bocelli & Dulce Pontes*



Nem sempre consigo vislumbrar
Uma anémona no fundo do mar
Nem sempre consigo te dar a
Singularidade deste poema.

Gato_malvado
Dedicado a três amigas especiais : )

terça-feira, 1 de abril de 2008

Linda*



Lentamente a madrugada desperta.
Amanhecendo cheia de brilho.
Renascem as esperanças perdidas,
A vida floresce no acordar do teu sorriso.

(mimo para o amor de um bom amigo *)

maria loBos