quinta-feira, 4 de setembro de 2008

É assim que te sinto...*


Teu coração gaivota
a pele espuma
o sorriso brisa
a boca sal
o olhar poente
És mar profundo
onde naufragam os sonhos
das sereias...
que acreditam
que podem nadar contra a maré...

Eu sou simplesmente areia
e é assim que te sinto....

maria loBos.

foto da praia de S.Lourenço tirada com o meu telemovel :)

(Este recado é para ti amizade...pelo dia 4)***

26 comentários:

Graça Pires disse...

Quando dizemos mar surge das nossas mãos, em concha, uma gaivota
que nos mostra o rumo clandestino dos veleiros.
Bela fotografia.
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

um belo poema de amor...

a foto está muito boa, e tirada com o telemovel...

gostei!

beij

kris disse...

bonito...profundo....

beijo

Verónica disse...

Bem...as fotos estão adquirindo cada vez mais qualidade, é bom sinal.A orla marítima faz-me lembrar uma saia. Interessante.
O poema é tão profundo como o mar e tão leve como as asas da gaivota.
Gostei muito.Bom gosto

neo-orkuteiro disse...

Parapeito, você é incrível.
O texto me remete principalmente a certas possibilidades simbólicas de 'gaivota', que dão lastro à leitura e eu gosto, mesmo.
A foto, um espetáculo. Do Brasil, minha apreciação.

mundo azul disse...

Belo jeito de sentir o seu amor!
Seu poema é muito bonito...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

Å®t Øf £övë disse...

Por vezes também eu me sinto um simples grão de areia ante a vastidão do mar.
Bjs.

Marinha de Allegue disse...

Estou recién chegada da praia de San Lourenzo, ao pé da de Ribeira d`Ilhas. Fermosa paraxe a Costa da Ericeira, inolvidables férias de sol e vento...

Unha aperta.
:)

Mariz disse...

Salvé Parapeito!
O que fazem os telemóveis! que bela foto!
quanto ao poema, é musical...
entra bem no ouvido...
sente-se a areia e o sabor a sal - da terra!

Abraço

Mariz

ESPAVO! - como em MU

Sophiamar disse...

Que excelente fotografia! Amo o mar. É vida, amor, dor, paixão arrebatadora. E as gaivotas são companheiras indispensáveis.

Mil beijinhos

Uma estrela errante disse...

Bom dia,amiga, com alegria,

Linda foto e palavras tão belas...

Amizade afaga-nos o coração.

Amo o mar ...sempre o mar meu amigo e companheiro....

Beijinhos salgaditos

Isa

rainbowsky disse...

Eu sou apenas grão de areia no teu areal, sou apenas gota de água no teu mar, sou apenas uma onda simples na tua vida...
Mas sou também aquele que sente a amizade por ti, como o tamanho do mundo* kiss *

Fernanda disse...

É bom,...quando tudo à nossa volta nos lembra o amor que sentimos por alguém.
Talvez por o mar ser tão grande,... nos inspira e nos lembra,que por mais palavras que se digam,...o nosso amor, é ainda maior e mais profundo que ele,...embora, o amor, muitas vezes nos faça sentir que como a areia da praia a fugir debaixo dos nossos pés.

Gostei muito de ler.

Bom fim de semana

vimaguin disse...

...pura poesia! obrigada por me permitir entrar aqui...muahhhhhh

Coragem disse...

E no teu sentir, que nos revelas, tão bem. Senti este mar junto contigo.

Beijinho

Verónica disse...

Só hoje vi que andaste pelos meus blogues.Parece que foi divertido!
Mui bien senhorita.
Muchas gracias
Mi gustou
lol

Perla disse...

Que o coração voe sempre como gaivota livre, sem constrangimentos!

Bjs

Shadow disse...

E como é lindo o teu sentir...

Bjs,
Shadow

~pi disse...

líquida mente

be lo :)

~pi disse...

liquida mente*

Lena disse...

Adoro o mar, e adorei ler!!:)

Beijinho

Paradoxos disse...

lindoooo!

Jorge P.G disse...

O mar e as gaivotas, indissociáveis e belos!

Um abraço.

tb disse...

coisas simples, coisas sentidas... :)****

Nuno disse...

É nesse mar que naufragam os sonhos das sereias , mas é nele que encontro o teu tesouro nunca antes encontrado, onde escondes a imensidao do teu azul nunca antes revelados.

Gostei deste teu recado*

Gato_malvado

L disse...

Praia de São Lourenço em Santa Maria?

Um abraço de um qualquer L ou wblake, ou o que quer que seja, que não é nada.