domingo, 9 de janeiro de 2011

Duarte****


*
Tu já tinhas um nome, e eu não sei
se eras fonte ou brisa ou mar ou flor.
Nos meus versos chamar-te-ei amor. (Duarte)
*
Nasceu finalmente o Duarte.
Ainda nao estou bem em mim, neste novo capitulo que começa...mas apesar de ele ter ainda umas poucas horas neste mundo, ja o amo como nao pensei ser possivel.
Alguem disse que pelos filhos sentimos amor...e pelos netos paixao...
Eu nao sei ainda, mas posso arriscar dizer, que é um sentir como se tudo fosse começar de novo...
Um sentir que vai valer a pena...
Um sentir....um sentir...que não encontro palavras para explicar...
*
o poema é do Eugénio de Andrade...e achei que era a melhor forma de dizer mais alguma coisa...porque para mim o Duarte vai sempre ser Amor.
Brisas doces para todos*****

21 comentários:

tb disse...

Será sopro do alento dos dias menos dias e das noites menos luares. Será trigo loiro como pão e será a tua sempre grande e eterna paixão. :) Será, e será... e que seja, sempre e a cada dia dos teus e seus dias!
Parabéns e uma cesta de beijos e rosas e aromas de feno acabado de (a)colher. :)

Maria disse...

Vai ser, sim!
É um Amor diferente do dos filhos. É um amor de avó!!!
Já te disse no face que isto sim, é um verdadeiro milagre.

Toda a felicidade para o Duarte.
Abraço doce para ti.

Nuno disse...

Mais um anjinho resolveu habitar a terra, E ele chegou em boa hora para trazer alegria, força, união e luz, Parabéns pelo nascimento do Duarte e que a alegria de hoje não termine nunca.

E a ti Tété, no respeito de seres agora avózinha, só espero que
não dês importância à idade de seu corpo físico, que sejas sempre jovem e bem disposta espiritualmente, pois a alma não tem idade e a mente jamais envelhece.

Parabéns...

Nuno Silva*

lady-of-smile disse...

vai ser o filho, o neto e o sobrinho mais sortudo do mundo.
Compreendo.te em relação à paixão, afinal, quem n se apaixonava por uma coisinha tão linda como aquela ? :))
Deixo escrito, pois já o disse, q eu como tia, ele vai ser o sobrinho mais lindo do mundo !
As raparigas vão persegui.lo por ser lindo e os rapazes por ele ser um grande atleta, mas apesar de tudo uma grande pessoa, pois tem uma família assim :)

inêsoares disse...

Parabéns Tia :D já és avó!
Gostava muito de conhecer o Duarte, antes de ele ter um ano se possivel :)
Beijinhos para todos *

notyet disse...

E que tenha uma longa vida plena de amor pela vóvózulinha.
Um abraço azul e disfrute do seu novo tesouro cada segundo

Tod(as) palavras disse...

felicidades....e que lindo e sensível poema. 2011 só pode ser feliz e será. meu abraço.

Pedrasnuas disse...

SEI COMO TE SENTES!!! É UM MOMENTO DE GRANDE EMOÇÃO E INESQUECÍVEL!!!

DÁ BEIJINHOS AOS DUARTE POR MIM...SÃO ENCANTADORES ...E TÃO INDEFESOS...AMA-O SIM...

AVÓ BABADA!!!

BRISAS MANSAS E MUITA ALEGRIA

PARABÉNS E FELICIDADES

Ana disse...

Olá!! Com que então um netinho!! Parabéns minha linda. O amor...é igual ou talvez maior ainda!!
Beijokinhas e um óptimo 2011
Que o Duarte cresça saudável e que a família o ajude a crescer.

Graça Pires disse...

Parabéns pelo Duarte. Que a vida lhe seja leve e que saiba sempre que o mais importante é ser feliz.
Um grande beijo, amiga.

poetaeusou . . . disse...

*
Avó,
Mãe duas vezes !
,
Felicidades para o Duarte,
,
conchinhas,
,
*

A.S. disse...

Mais um anjo que desceu à terra! Parabéns!!!
Toda a felicidade do mundo para o Duarte!!!!!!!!!!!!!!!!!

És uma avó babada... eu sei!


Beijos,
AL

Carla Diacov disse...

parei todo o peito por aqui!


lindo...de espumar o que for dar de dor no peito...


beijinhos seguindo-te!

Carmo disse...

Parabéns pelo Duarte, que seja muito feliz, que a vida lhe sorria, a ele e á sua família.

Um beijo

Boa semana

Baila sem peso disse...

Ó nina, se tivesse vindo mais cedo
tinha a resposta desde cedo
mas vim bem atrasada
desculpa, sim?
Que tu e o Duarte
se encontrem juntos em toda a parte!
Imagino o que deves estar a sentir...
carinho e ternura nesse miminho
o bafo quente e doce do teu ninho!

Brisas com parabéns e amores celestes*******

(tenho andado atarefada com criancinhas :))))...estou contente com esta verdade...depois te conto, agora não é hora de te distrair, pois tens muito de ti para distribuir!!!!) :)

retrato disse...

O "Encanto do Duarte", que ao nascer, tem já a certeza que o primeiro calor que vai sentir... quer dizer Amor.

Quanto á avó... a alegria, o amor, a responsabilidade de "voltar" a ser mãe, e o sentir dos seus braços, também, num voltar a embalar.

Parabéns

Nada mais soberano, que a escolha do poema de Eugénio de Andrade.

notyet disse...

Vá. Estava na esperança de mais textos sobre esse amado Dom Duarte.
Beijinhos nas brisas.

Lídia Borges disse...

Não podia escolher melhor forma de dizer...

PARABÉNS!!!

L.B.

Fernando Santos (Chana) disse...

Felecidades para o Duarte....
Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Duarte disse...

Um nome bonito, como bonito tem que ser este Duarte a que aludes. Dito por um Duarte.
Que a vida lhe seja fácil.

Cordialmente

jardinsdeLaura disse...

De todas as formas que o Amor pode tomar essa é talvez aquela que mais gosto de sonhar! Ser Avó um dia... mais não posso que esperar!